Pular para o conteúdo principal

INTRODUÇÃO

Vancouver é a maior cidade da província canadense da Colúmbia Britânica e a terceira maior área metropolitana do Canadá.

Está situada em um trecho de terra banhado pelo estreito da Geórgia que é um braço do Oceano Pacífico. Ao Sul fica o estado americano de Washington, e ao Norte localizam-se montanhas escarpadas. A ilha de Vancouver fica do outro lado do estreito da Geórgia.

É a cidade mais populosa da província, com 631.486 habitantes (censo de 2016).

“Raincouver” (apelido em alusão às chuvas frequentes) é comparada ao Rio de Janeiro por sua beleza geográfica restrita a poucas cidades do mundo.

Cercada pelo mar por um lado e pelo outro por montanhas cheias de florestas que ganham o branco da neve durante o inverno, Vancouver atrai aos seus visitantes pelas fotos, pela fama e pela qualidade de vida.

Os pinheiros e bordos (ou maple, cuja folha estampa a bandeira do país) que dominam as encostas das Coast Mountains formam o fundo da paisagem que se vê a partir do centro. As montanhas estão separadas dos prédios novíssimos de vidro e aço pelo Burrard Inlet, um canal que delimita o Norte da cidade, assim como o Rio Fraser, o Sul, e o Estreito da Geórgia a Oeste.

Economia

Vancouver tem um ótimo porto natural que fez da cidade uma via de acesso ao Oceano Pacífico. Os produtos de fazendas, florestas, minas e fábricas de outras partes do Canadá chegam pelas ferrovias a Vancouver, e dali são embarcados para o mundo todo. Produtos asiáticos chegam através do Pacífico.

A economia da cidade também depende do turismo, da indústria e da construção civil.

É sede das empresas florestais e mineradoras.

Nos últimos anos, a cidade tornou-se um centro de desenvolvimento de softwares, biotecnologia, tecnologia aeroespacial, estúdios de animação e produção de televisão, e indústria cinematográfica.  É considerada a terceira maior em relação a produção cinematográfica na América do Norte, perdendo apenas para Los Angeles e Nova York, sendo por isso chamada de “Hollywood do Norte”.

História

A área da atual Vancouver é povoada há pelo menos 2.500 anos. Seus primeiros habitantes foram nativos americanos. Um oficial da marinha inglesa chamado George Vancouver explorou a costa em 1792. Mais tarde, a cidade foi batizada com seu nome.

Os europeus estabeleceram-se na área em 1866. O povoado tornou‑se uma cidade em 1886. Nesse mesmo ano, grande parte dela foi destruída por um incêndio, mas foi rapidamente reconstruída. Em 1887, a primeira ferrovia a atravessar o Canadá chegou a Vancouver. Na década de 1890, a cidade se desenvolveu como passagem para o noroeste do país, aonde muitas pessoas se dirigiram por causa da corrida do ouro do rio Klondike.

Na década de 1930, Vancouver tornou-se a maior cidade do Canadá ocidental. Durante a Segunda Guerra Mundial (1939–45), foi um importante centro de construção naval. Em 1986, a cidade celebrou seu centésimo aniversário realizando uma feira mundial. Em 2010 foi sede das Olimpíadas de Inverno.

Esportes de Inverno

Diversas estações de esqui estão localizadas em montanhas próximas a Vancouver.

A 30 minutos do centro temos as montanhas da North Shore, com três áreas de esqui: Cypress Mountain, Grouse Mountain e Mount Seymour. Para os amantes de mountain bikes existem caminhos de renome mundial através da North Shore. O rio Capilano, Lynn Creek e Seymour River, também na North Shore, oferecem possibilidades para entusiastas de descidas de rio durante os períodos de chuva, embora seja possível também fazer boas caminhadas e natação em águas com correnteza.