Pular para o conteúdo principal

IGREJA DO GALLICANTU

Depois de ser preso no Getsêmani, Jesus foi levado para ser julgado na casa do sumo sacerdote Caifás. No lugar, apontado por estudiosos como cenário destes acontecimentos, está hoje a Igreja de São Pedro em Gallicantu.

A Igreja fica no Monte Sião, fora dos muros da cidade velha de Jerusalém. A tradição cristã também atribui a este lugar o episódio da negação de Pedro. A igreja de nome “São Pedro in Gallicantu” (onde o galo cantou)  se refere ao fato em que Pedro negou conhecer Jesus: “Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me terás negado”(Mc 14,30).

Em 1889 os padres da Congregação dos Assuncionistas iniciaram uma série de escavações encontrando os restos de uma igreja Bizantina. Ao lado da igreja foi descoberta uma escadaria que ligava o Monte Sião com a região de Siloam, estrada por onde Jesus e os Apóstolos após a última ceia passaram indo ao Horto das Oliveiras e que Jesus igualmente por aqui foi levado à casa de Caifás.