Pular para o conteúdo principal

BELVEDERE

O complexo de Belvedere é constituído por diversos palácios de estilo barroco, estábulos, parques e laranjais. É um espaço agradável para passear e apreciar a arquitetura dos edifícios e o desenho dos jardins.

Foi construído para residência de verão do príncipe Eugênio de Savóia-Carignano, o brilhante comandante militar cujas estratégias ajudaram a derrotar os turcos em 1683.

O Belvedere conta com dois palácios ligados por um jardim planejado em estilo francês.

O jardim é distribuído em três níveis: a parte mais baixa representa o território dos Quatro Elementos, o centro é o Parnaso e em cima fica o Olimpo.

Os destaques são: a Cascata Superior, o Portão Principal do Belvedere Superior e a Fachada do Belvedere Superior.

Cascata
Portão Principal do Belvedere Superior

No Belvedere Superior as principais atrações são: a Capela, a coleção de Gustav Klimt e a Sala Terrena.

No Belvedere Inferior está o Museu de Arte Barroca. As principais atrações são: a Sala dos Espelhos, as figuras da fonte Providentia e o Ecce Homo (Pôncio Pilatos sob a sala de julgamento, condenando Cristo, de Urban Gortscharcher).

Ao lado do Belvedere Inferior está o atraente prédio da Orangery, a estufa originalmente usada para abrigar frágeis plantas do jardim durante o inverno. O Museu de Arte Medieval fica aqui, com obras-primas da pintura e escultura góticas e do início da Renascença.