Pular para o conteúdo principal

MURO DE JOHN LENNON

O Muro de John Lennon começou a ser pintado com imagens e grafites relacionados aos Beatles logo após o assassinato do artista, em 1980.

John Lennon tornou-se um símbolo para todos os protestantes tchecos que se opunham ao governo, visto que eles escreviam as letras de suas músicas no muro.

Durante o regime comunista tornou-se um símbolo de liberdade e oposição ao governo totalitário, onde muitos jovens costumavam deixar velas e flores.

Após a queda do comunismo, em 1989, com a Revolução de Veludo, passou a ser uma atração turística.

No entanto, em novembro de 2014, o colorido muro recebeu uma polêmica intervenção. De um dia para o outro, ele apareceu completamente pintado de branco e com a mensagem “Wall is over!” (O Muro acabou) um trocadilho com a música “Happy Xmas (War Is Over)”, do ex-Beatles.

A autoria da pintura foi um grupo de estudantes de arte que, em nota oficial, afirmaram que a intervenção foi em comemoração aos 25 anos da Revolução do Veludo e para “oferecer um espaço livre para novas mensagens da geração atual”.

Obviamente, em pouco tempo o Muro John Lennon recomeçou a ser pintado com novas mensagens, em especial “the wall is never over” (O muro nunca acaba).