Pular para o conteúdo principal

CENTRAL PARK

Inaugurado em 1858 e localizado no meio de Manhattan, O Central Park é um dos parques urbanos mais visitados do mundo, recebendo cerca de 35 milhões de turistas ao ano. Com mais de 340 hectares de extensão, o local se tornou um dos pontos turísticos preferidos da cidade, e pode ser visto em centenas de produções de Hollywood, o que contribuiu para torná-lo amplamente conhecido em todas as partes do planeta.

História

Desde o início do século XIX, já se falava sobre a importância de criar um parque urbano que pudesse trazer um pouco de natureza e tranquilidade para Nova York, que nesse período já crescia de forma muito rápida. Por essa razão, em 1857 foi realizado um concurso para que fosse escolhido o melhor projeto de um grande parque, localizado no coração da ilha de Manhattan.

O projeto escolhido foi o dos arquitetos Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux, que se tornaram então os responsáveis pelo design e pela expansão da imensa área verde.

Aberto ao público no inverno de 1858, o parque ainda continuou sendo expandido e melhorado durante os anos seguintes, até chegar ao tamanho atual, em 1873.

A grande popularidade do local cresceu de forma surpreendente a partir dos anos 1960, período no qual o parque passou a sediar festivais e eventos culturais, como apresentações da Orquestra Filarmônica de Nova York, atraindo assim um número cada vez maior de pessoas e se estabelecendo como um dos grandes símbolos da cidade.

Destaques

Strawberry Fields

Strawberry Fields

É um dos pontos mais visitados do parque.  Foi inaugurado em 9 de outubro de 1985 (cinco anos após o assassinato de John Lennon), dia em que completaria 45 anos de idade.

A criação desta área que tem o formato de uma lágrima foi o tributo de Yoko Ono à memória de John Lennon. Eles moravam no Edifício Dakota que dá vista para este ponto do parque. O projeto recebeu doações de todas as partes do mundo. No piso há um mosaico com a palavra Imagine, título de uma das mais famosas composições de Lennon. O mosaico foi presente da cidade de Nápolis, na Itália. Este trecho foi projetado para ser um amplo espaço aberto. Atualmente é um jardim com 161 espécies de plantas, como rosas, bétulas – e morangos.

Castelo Belvedere

Castelo Belvedere

Construído e projetado em 1865, o castelo com torre de xisto e granito está localizado no topo de Vista Rock, ponto mais alto do Central Park, com vistas para as florestas de The Ramble, Turtle Pond, e sobre o Upper West Side. O mirante do telhado proporciona uma das melhores paisagens do parque e da cidade.

Esta fortificação serve como a sede do Observatório Meteorológico. Lá se encontra também o Central Park Learning Center com a divertida Discovery Chamber, uma sala onde as crianças aprendem sobre a vida selvagem que pode ser observada dentro do parque.

Fonte Bethesda

Fonte Bethesda

A fonte foi inaugurada em 1873 e está localizada entre o lago e a alameda principal.

Apresenta um anjo neoclássico de bronze medindo 2,5 metros, e segurando um lírio sobre uma fonte. Essa estátua é chamada Anjo das Águas. Ela marcou a abertura do aqueduto que proporcionou à cidade o primeiro abastecimento constante de água potável.

Terraço Bethesda

Terraço Bethesda

É o ponto central do parque e fica no fim de uma enorme alameda com árvores vistosas. De lá de cima tem-se uma vista panorâmica da fonte Bethesda e do lago. Os muros desse terraço são ornamentados com esculturas que representam as quatro estações de um lado e as horas do dia do outro. Embaixo do terraço está o Bethesda Terrace Arcade, um arco criado em 1860 e ladeado por escadas que conduzem ao nível superior. O destaque do arco fica no seu teto, o maravilhoso Minton Tile, feito de azulejos coloridos que produzem um lindo mosaico.

Ali sob o arco acontecem apresentações de instrumentistas, cantores e até corais, graças à sua acústica privilegiada.

Bow Bridge

Bow Bridge

É uma ponte de ferro fundido que cruza o lago, chamado The Lake, e é usada como passarela de pedestres unindo as duas grandes seções do lago.

No século 19, quando se costumava patinar no lago durante o inverno, uma bola vermelha içada no campanário de Vista Rock avisava que o gelo estava pronto.

A ponte dá uma visão ampla do parque e dos prédios que o margeiam a leste e oeste.

Conservatory Water

Conservatory Water

O Conservatory Water é também conhecido como Model Boat Pond (Lago dos Barcos em Miniatura).

No extremo norte do lago há uma escultura de Alice no País das Maravilhas, obra encomendada por George Delacorte. O próprio Delacorte aparece em caricatura como o Chapeleiro Maluco.

Alice no País das Maravilhas, obra encomendada por George Delacorte

Na margem oeste são realizadas leituras de histórias perto da estátua de Hans Christian Andersen.

Foi cenário de vários filmes, entre eles “O Apanhador no Campo de Centeio” e “Stuart Little”.

Central Park Zoo

Central Park Zoo

 

São cerca de 20 mil metros quadrados com mais de 130 diferentes espécies do mundo todo e com diferentes áreas que reproduzem o habitat natural desses animais.

Foi reaberto em 1988 após quatro anos de reformas. O pequeno zoológico é muito elogiado pela utilização humanitária e criativa de seu espaço. As várias espécies de animais estão representadas em três zonas climáticas: os trópicos, a calota polar e a costa da Califórnia. Em uma úmida floresta equatorial, macacos e pássaros vivem em liberdade, enquanto pinguins e ursos polares habitam a paisagem ártica, visível acima e abaixo da água.

No Tisch Children’s Zoo é permitido que as crianças cheguem pertinho dos animais domesticados, como ovelhas, cabras, vacas, e até mesmo um porco vietnamita.

Conservatory Garden

Conservatory Garden

Este jardim leva o nome de um reservatório que ficou no local até 1934, mas agora é uma coleção de fontes, esculturas e passagens através de caminhos paisagísticos, espalhado por 2,5 hectares.

É dividido em três áreas distintas nos estilos francês, italiano e inglês. É também uma “zona de silêncio”, que se tornou conhecida como praticamente um jardim secreto para muitos. Você não irá encontrar corredores, ciclistas e cães; e é um local popular para casamentos.

O jardim tem dois enormes arranjos de flores sazonais: tulipas na primavera e crisântemos no outono.

A estátua de bronze na lagoa representa Mary e Dickon, personagens do livro O Jardim Secreto, de Frances Hodgson Burnett.