Pular para o conteúdo principal

MONT DES ARTS

Porta de entrada no centro antigo de Bruxelas, Mont des Arts é, possivelmente, um dos melhores lugares para contemplar uma vista panorâmica da cidade, além de ser um próspero centro cultural com 10 dos maiores museus e galerias da cidade.

O Rei Leopoldo II concebeu originalmente a ideia dessa inovadora região voltada às artes no final do século XIX, mas sua concretização levou mais de 50 anos.

Na praça l’Albertine, na fachada do Palácio da Dinastia há um monumental relógio de 7,80m de diâmetro do tipo Jacquemart chamado Carrillon du Mont des Arts, localizado bem no centro de uma estrela com 12 pontas. Em cada ponta há uma estátua de 1,20m que representa um personagem da história de Bruxelas.

Em operação desde 1965, o conjunto é composto por 24 sinos.